Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘postagens de Sofia’ Category

Já faz um tempo que não apareço por aqui. Ultimamente as coisas estão estranhamente normais. E se eu tinha algum leitor que me acompanhava, tenho a impressão que pelo tempo de ausência, possivelmente já tenha procurado por novos ares em outro blog.

Pra ser sincera, até agora eu não sabia muito bem sobre o que escrever, apenas estava sendo tomada pela vontade de escrever… até que no primeiro parágrafo escrevi “novos ares”.

Pois então, como eu explicava, faz um tempo que não apareço por aqui. A vida tem andando estranhamente normal, e como ser humano que sou, já estou sentindo a necessidade de novos ares.

Como diria um velho amigo, “é preciso reinventar-se”.

((( Falo sobre fazer coisas habituais de uma maneira diferente. Todos nós precisamos dar novos ares a nossa rotina. )))

Bom, já que consegui chegar a minha linha de raciocínio, vamos lá:

O principio de todas as mudanças em nossas vidas parte de nossa capacidade de preparar nossos espíritos para as mesmas. Até mesmo porque  mudanças externas acontecem o tempo todo, mas se não estamos receptivos as mesmas, podem passar despercebidas ou podemos desperdiçar a oportunidade de aprecia-las como poderíamos.

Acho incrível essa capacidade que temos de criar novos ares, olhando a vida com outras perspectivas.

É  isso aí, não é um dos meus melhores textos, mas há nele um desejo significativo de que nossas vidas sejam tomadas por novos ares continuamente, principalmente em meio ao cotidiano.

Sofia

Anúncios

Read Full Post »

feliznatal

Read Full Post »

Fuja fuga…

Ownnn! Hoje eu queria fugir, como naquele música… vamos fugir pro outro lugar, Baby!

Queria pegar minha mochila e pegar a estrada, mas assim sem a necessidade de ter um lugar de chegada. Não queria ter obrigações, apenas seguir com a minha própria vontade.

Sozinha, apenas com a minha companhia, porque tenho deixado de andar do meu lado em algumas escolhas.

Mas, queria que fosse uma fuga atemporal. Que demorasse o suficiente pra eu buscar as sensações que procuro e, ao mesmo tempo, que fosse um instante tão curto que as pessoas que eu amo não percebessem que eu as deixei por um momento.

 

Fuja fuga! Fuja essa vontade de fugir…

Essa vontade de me acompanhar ou me esconder de mim mesma. Fuja!

E deixe-me ficar aqui, sossegada. Sem questionar as escolhas que fiz, se ainda dá tempo de mudar e o que eu faria se desse tempo. 

Que eu perceba que ainda há escolhas pra fazer e que nas próximas eu aprenda a optar por mim, por caminhos que tem a minha cara. Pra que eu não queira fugir, mas continuar.

 

Sofia

 

Read Full Post »

Aqui vos fala uma mulher apaixonada!

Ah! Há tempos que meu coração não bate regrado.

Desde o dia em que vi aquele sorriso! E não era qualquer sorriso. Era um sorriso que levanta as bochechas!

E quem resistiria?

Eu não resisti.

Há algo naquele sorriso, que me encantou de cara, algo tão simples que não precisa de explicação. Simplesmente me encanta porque é o sorriso dele.

Acho que a vida realmente deve funcionar assim…

Entre tantas pessoas, entre tantas possibilidades, você escolhe aquela pessoa porque o sorriso dela, mesmo quando inexpressivo, existe e isto basta. Sem ter explicações maiores.

Nem é preciso de poesia.

Só é preciso de um sorriso que levante as bochechas!

Sofia

Image

Read Full Post »

Ah, eu queria mesmo era poder desligar o celular ou deixar de verificar os meus e-mails uma vez na vida!

Lembro que houve uma época, há muito tempo atrás, que eu não tinha celular e nem endereços eletrônicos e mesmo assim não tinha a sensação de estar desconectada do mundo.

Tá vendo só…

Usei a expressão “desconectada”. E olhe, não sou lá uma pessoa consideravelmente Hi-Tech , mas sabe como é, nos adaptamos as mudanças da globalização.

É claro, a tecnologia nos permite facilitar a vida. Mas, confesso que tenho medo de um dia ainda me ver com aqueles foninhos de celular acoplados no ouvido… indo ao banheiro com ele, como se fosse um membro do meu corpo. Ou mandando um recado eletrônico pro meu brother enquanto estou no quarto e ele na sala. Sei lá, de repente eu lhe grito:

– Mano, loga aí no face, pra trocarmos uma ideia!

Opa, não que eu seja avessa à toda essa tecnologia, pelo contrário… ela me facilita, me proporciona acesso. Mas convenhamos, “há coisas na vida que não precisam de uma tecnologia entre elas”.

Acho impossível que possam criar uma sensação virtual que substitua o poder que um abraço tem.

Usemos a tecnologia a nosso favor, com inteligência. Mas não sejamos escravos de nossa criação, a ponto de achar que a dita tecnologia possa suprir todas as nossas necessidades.

Pense… Se um dia a tecnologia for capaz de suprir todas as necessidades de um homem, ao invés de ampliar o seu mundo, com certeza este pobre enganado encurtou a sua alma.

Mas se você é assim como eu, que raramente consegue obter a sensação de liberdade de desligar o seu telefone, e por isso, sente que poucas vezes na verdade estamos em off. Compense estando sempre “on pra vida”, pros detalhes tão singelos, mas ao mesmo tempo tão grandes que não cabem em uma tela ou em um aparelho ultra mega de última geração.

É isso aí.

Sofia

Image

Read Full Post »

Quando eu vejo alguém do meu convívio angustiado ou estressado, eu brinco dizendo:

– Você deveria massagear o seu coração!

Acredito que quando estamos com alguma preocupação é importantíssimo ter com quem partilhar e é bom ouvir palavras positivas do outro. Mas, também acho que a paz só pode ser alcançada por nós mesmos.

É por isso que algumas pessoas passam a maioria do tempo reclamando e não conseguem ver a solução ou um caminho alternativo, talvez porque esperam que a resposta venha de algum conselho e por mais que as pessoas ao seu redor queiram lhe ajudar, aquelas pessoas não conseguem sair do limbo da preocupação.

Confesso, que por vezes alcançar essa paz também é difícil para mim. Mas, aprendi a massagear o meu coração. Aprendi a acalmá-lo em meio as turbulências da vida, mesmo que o tempo utilizado para isso alterne de acordo com cada situação.

Não abro mão das pessoas amigas e de suas palavras, mas sei o quanto é importante eu estar jogando a meu favor, procurando manter a paz que me estrutura em meio as turbulências.

Massageie o seu coração! Dê-se o direito de lidar com as adversidades da vida com calma, assim a proporção dos acontecimentos não atingirão tamanhos ilusórios e estarão sempre de acordo com a sua capacidade de superação.

Sofia

Imagem

Read Full Post »

É preciso saber planejar, considerar que temos um futuro e nos propor a realizar estes planos. Talvez seja esta, na maioria das vezes, a maior motivação do presente. Estar motivado a andar pelo caminho que nos propomos, considerando que é o melhor.

Admiro a capacidade das pessoas se planejarem, o foco em realizar as metas propostas. 

Mas, admito que sou apaixonada por pessoas que conseguem improvisar em meio as surpresas da Vida.

Sim, a Vida é um espetáculo que permite improvisos. Nossos planos sempre vão depender de outras variáveis, e saber lidar com os imprevistos e as mudanças necessárias que surgem durante o caminho é uma escolha entre ficar se lamentando por algo não ter acontecido como planejávamos, e esta escolha tem a dinâmica embasada em fé. 

Fé em Deus, fé na Vida, fé em Você… 

Improvisar é fazer de um obstáculo um estímulo para enxergar novas alternativas. 

Planejar é preciso, Crer também, pois a arte do improviso vem de um coração estruturado.

 

Sofia 

Image

Read Full Post »

Older Posts »